Política

Senador Raimundo Lira deixa o MDB e se filia ao PSD

Apesar dos apelos do presidente Michel Temer, o líder doMDB no Senado, Raimundo Lira (PB), decidiu entregar o cargo para sair da legenda. Temer chegou a conversar pessoalmente com Lira, mas não conseguiu mudar a decisão do senador.

Com a janela partidária, o MDB começou a sofrer uma debandada de parlamentares.

Lira decidiu deixar a legenda por razões locais, depois que três deputados do MDB da Paraíba também decidiram deixar o partido.
A rebelião no MDB estadual foi deflagrada depois que o senador José Maranhão (PB), que comanda a sigla no estado, decidiu lançar sua pré-candidatura ao governo da Paraíba.

Lira defendia uma aliança para lançar a candidatura do atual prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV).

Em entrevista ao programa ‘Frente à Frente’, da TV Arapuan, ele informou se se filia amanhã ao PSD.

“Rômulo está me recebendo de coração aberto e amanhã irei me filiar ao PSD na sede do partido em Brasília”, disse.

O parlamentar ainda revelou que o candidato que lhe garantir um espaço na chapa majoritária receberá seu apoio.

“Vou conversar com aquele candidato que me ofereça a alternativa de ser candidato e compor a chapa majoritária e senti que a chapa do MDB não estava unindo uma grande coligação das oposições”, alegou.

paraiba.com.br

Deixe seu comentário

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar