DestaquesSanta Teresinha

Edcarlos diz que é CPI é tempestiva e os poços são para matar a sede do povo

Foi realizada na tarde / noite dessa sexta-feira, 16 de agosto de 2019, a sessão ordinária na Câmara Municipal de Vereadores de Santa Terezinha (PB).

O vereador Edcarlos Soares (DEM) falou sobre a morte do ex-prefeito Naíde Cabral dizendo que ele contribuiu bastante com o desenvolvimento do município. Desejou os seus sentimentos aos familiares.

Comunicou que a Prefeitura vai providenciar o conserto da retroescavadeira.

Falou sobre o encontro dos vereadores de Oposição e disse que se reúnam para fazer o bem. Pediu aos colegas que façam politica em 2020.

Disse que tem remédio na Farmácia e se faltou acredita que o medicamento não está na Relação Nacional de Medicamentos Essenciais (Rename). Ele informou que as pessoas podem procurar a Prefeitura que o órgão faz a doação. Disse que a prefeitura paga todo mês uma alta quantia em dinheiro em uma farmácia de Patos porque a prefeita não tem descriminação com ninguém.

Relatou que a gestão municipal não tem perseguição politica e que a prefeita Terezinha de Zé Afonso já ajudou correligionários do ex-prefeito Arimateia Camboim.

Sobre a não realização do João Pedro, Edcarlos falou que a prefeita optou em pagar a primeira metade do 13º Salário aos servidores e no mês de dezembro irá fazer a festa de emancipação politica, portanto, a prefeita faz festa para os munícipes. Comunicou se tivesse recursos financeiros suficientes, com certeza a prefeitura faria a festa. Comentou que alguns municípios realizaram festas nos meses de junho e julho, entretanto, alguns deles não pagaram a 1ª Parcela do Décimo Terceiro Salário.

Sobre a criação da CPI que investiga a perfuração de poços, o vereador disse que é tempestiva e que as pessoas da zona rural têm sede e não querem saber de formalidade e de burocracia. Ele relatou que a intenção da prefeita é ajudar a quem tem sede beneficiando as comunidades rurais que tanto sofre com a escassez de água. O vereador informou que a prefeita fez a entrega, mas os projetos são do DNOCS e do Incra, conseguidos através do ex-deputado federal Benjamin Maranhão e do senador José Maranhão. Ele ainda lamenta que famílias serão prejudicadas porque vão ser chamadas na Câmara causando um grande constrangimento.

Josley Oliveira – PortalSantaTeresinha.com

Deixe seu comentário

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
Fechar