DestaquesGerais

SUDEMA aplica multa de R$ 10.000 diária e exige plano de emergência para o lixão por parte da Prefeitura Municipal de Patos

A Superintendência de Administração do Meio Ambiente (SUDEMA), órgão do Estado da Paraíba, aplicou nesta quarta-feira, dia 02, uma multa no valor de R$ 10.000,00 diante dos danos ao próprio meio ambiente e ao povo em decorrência do fogo no lixão. A notificação foi entregue diretamente ao prefeito interino do Município de Patos, Dr. Ivanes Lacerda (MDB).

Além da multa, a SUDEMA exigiu que a Prefeitura Municipal de Patos tenha um plano de ação e emergência de combate ao incêndio na localidade. Tal medida diz respeito para a precaução, pois as queimadas no lixão estão cada vez mais corriqueiras, porém, neste último ocorrido desde sábado, dia 31 de setembro, ficou comprovado que a gestão não tem planejamento algum diante do fogo no lixão.

Edson Oliveira, fiscal da SUDEMA/Patos, relatou que houve também o embargo da área onde se localiza o lixão. A partir desta quarta-feira, cabe à Prefeitura Municipal de Patos buscar nova área para o depósito de resíduos sólidos. “Mais uma vez estamos vivenciando esse estado de calamidade que é o incêndio…a SUDEMA tem realizado fiscalizações, tem realizado autuações e procedimentos administrativos no intuito de tentar sanar os danos ambientais causados…a prefeitura foi atuada em multa R$ 10.000,00…”, disse Edson.

Na manhã desta quinta-feira, dia 03, os movimentos de mulheres presentes no Município de Patos convocaram a sociedade para um protesto contra o descaso das autoridades diante da fumaça tóxica oriunda do lixão. O ato aconteceu dentro da paralisação da educação e o símbolo da revolta dos presentes indignados com a fumaça foi a máscara.

Jozivan Antero – PatosOnline

Deixe seu comentário

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
Fechar