Política

“O tratamento de discriminação e talvez até de descaso com a cidade de Patos não pode continuar”, alerta Dr. Ramonilson

O pré-candidato a prefeito de Patos-PB, o juiz Ramoninlson Alves (Patriota), fez um alerta em tom de cobrança ao governo do estado da Paraíba, quanto ao que ele classificou de “descaso e descriminação”, a forma com que o governo conduz as ações de combate e principalmente tratamento aos pacientes infectados com Coronvírus. Após quase três meses de confirmação da Pandemia provocada pelo Covid-19, as expectativas frustadas para a retomada da vida cotidiana, reabertura do comércio e sequência de todas as atividades, a realidade se torna ainda mais grave, quando o assunto é a falta de atenção do governo do estado para com a Capital do Sertão. Em um vídeo gravado na manhã desta segunda-feira, Dr. Ramonilson criticou a forma com que a gestão estadual vem tratando a cidade e também o Sertão como um todo. Para ele, não se pode mais ignorar a situação gritante em que se encontra o município, muito menos as unidades hospitalares, as quais atendem não só Patos, mas, várias cidades da Região Metropolitana e até outros estados, como Pernambuco e Rio Grande do Norte.

“Há cerca de uma mês atrás fizemos um vídeo com nossas expectativas para Patos receber um suporte hospitalar no combate ao Covid-19, e já tínhamos muita gente angustiada, preocupada com o andamento da crise causada pela Pandemia e de como seriam os próximos dias e meses. Passados 80 dias de reconhecimento da Pandemia, pouco de concreto aconteceu. O que houve mesmo foi remanejamento de equipamentos do Hospital Infantil, Maternidade para o Hospital Regional de Patos. O tratamento de discriminação e descaso do governo da Paraíba em relação a Patos e ao Sertão, não pode continuar”, alertou o pré-candidato.

Em tom de cobrança responsável, Ramonilson Alves se pauta na necessidade evidente em que as unidades de saúde se encontram e menciona em forma de elogios, os profissionais de saúde, que estão na linha de frente nessa batalha contra a Pandemia.

“Faço também meu reconhecimento de gratidão, de aplauso e de homenagem, aos profissionais da saúde, médicos, enfermeiros, técnicos, pessoal de apoio, maqueiros, condutores, que muitas vezes sem as condições mínimas de trabalho, buscam superação para atender a população”, exaltou o pré-candidato.

Ao finalizar seu vídeo, ele deixou bem claro, que para o bem da coletividade da cidade de Patos, da sobrevivência das pessoas, do imperativo maior da vida, fica esse “grito de alerta”, que essa situação não pode continuar como está e que o povo do Sertão merece respeito.

Assista o vídeo

Sertão Político com Assessoria

Deixe seu comentário

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
Fechar